top of page
Buscar
  • contato98129

Renasce “A Cor Púrpura “

Uma mulher disposta a transformar o mundo (Foto: reprodução Instagram )


Ela é uma referência mundial. A estrela americana Oprah Winfrey já transformou a vida de muita gente em seu programa e suas entrevistas reveladoras. E teve a própria vida transformada pelo livro "A Cor Púrpura".


Oprah contou que a obra a ajudou a lidar com o trauma do estupro que sofreu aos 14 anos. " A Cor Púrpura" é ainda tão influente que ganhou uma nova adaptação cinematográfica. Esse livro "foi benéfico para mim desde a primeira vez que o li, porque não sabia que havia palavras para contar o que tinha acontecido comigo", disse Oprah Winfrey na quinta-feira, durante uma exibição em Los Angeles.


O longa conta a história de Celie, uma jovem negra da zona rural do estado da Geórgia, no sul dos Estados Unidos, conhecido pelo racismo e pela dureza da escravidão. A jovem é estuprada pelo pai e obrigada a abandonar dois filhos. Como se não bastasse, Celie se vê forçada a se casar com um marido abusivo, mas encontra força em suas interações com outras mulheres que enfrentam seus próprios traumas. O novo filme musical é a segunda versão para a telona do livro de Alice Walker, depois do filme de 1985 dirigido por Steven Spielberg, no qual a estrela da televisão americana fez sua estreia no cinema. Oprah esteve lá no papel de Sofia, que lhe rendeu uma indicação ao Oscar. O filme "mudou a minha vida", disse ela.


"A Cor Púrpura" evoca as provações, o sofrimento e, acima de tudo, as agressões sexuais que muitas mulheres negras sofreram no Sul dos Estados Unidos no início do século XX.


A nova adaptação, produzida por Blitz Bazawule como musical, assume um tom mais leve que a primeira, sendo muitas vezes alegre e otimista. os gigantes Steven Spielberg e Oprah Winfrey estão entre os produtores do filme. E a gente não vê a hora de assistir...

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page