Buscar
  • contato98129

Nutricosméticos: o que são e para que servem

Nutricosmético é um termo utilizado pela indústria cosmética para designar produtos para administração oral, que são formulados e comercializados especificamente para melhorar a aparência da silhueta, pele, cabelo e unhas, não devendo, no entanto, substituir uma alimentação saudável e equilibrada.



Estes produtos podem ser administrados em cápsulas ou veiculados em alimentos como barras, sucos ou sopas, por exemplo, contribuindo para a hidratação, emagrecimento, atraso do envelhecimento, bronzeamento e redução da celulite, por exemplo. Para que servem

Os nutricosméticos podem ser utilizados com os seguintes objetivos:

  • Antienvelhecimento;

  • Hidratação;

  • Antioxidante;

  • Redução do impacto causado pela exposição solar;

  • Melhora da tonalidade da pele;

  • Reforço da imunidade da pele;

  • Melhora da aparência das unhas e cabelos;

  • Emagrecimento;

  • Redução da celulite;

  • Aumento do brilho e lubrificação da pele;

  • Redução da Flacidez.

Embora não seja necessário apresentação de receita médica para comprar um nutricosmético, a pessoa deve falar com o médico para que ele indique qual o mais adequado às suas necessidades.


Principais ingredientes dos nutricosméticos

1. Vitaminas

As vitaminas A e do complexo B contribuem para a regeneração da pele e dos folículos pilosos. Além disso, os carotenoides como a luteína, zeaxantina, beta-caroteno e o licopeno são precursores da vitamina A, e retardam os sinais de envelhecimento, contribuem para fortalecer a imunidade da pele e ajudam a protegê-la dos efeitos nocivos causados pelo sol.

A vitamina C é antioxidante que combate os radicais livres e estimula a síntese de colágeno, que é uma proteína que dá firmeza e sustentação à pele, retardando o seu envelhecimento e contribuindo para melhorar a sua estrutura.

A vitamina E ajuda a travar a queda de cabelo e, além disso, age em conjunto com a vitamina C para proteger a pele contra os efeitos nocivos da exposição aos raios UV, retarda o envelhecimento e reforça o sistema imunológico da pele.

A biotina, também conhecida por vitamina H, contribui para a regeneração das unhas e dos cabelos enfraquecidos e previne a queda dos fios. Além disso, tem também um papel importante no metabolismo das proteínas e carboidratos e é essencial para utilização correta de outras vitaminas do complexo B.

A vitamina B6, também conhecida por piridoxina, atua como co-fator da cistina e como agente anti-seborreico.

2. Ômegas

Os ômegas 3 e 6 são importantes para a pele porque fazem parte das membranas celulares, mecanismos intercelulares e contribuem para o equilíbrio inflamatório. O seu consumo contribui para a hidratação da pele, flexibilidade e função de barreira.

O ômega 3 também contribui para a renovação celular e ajuda a reduzir a inflamação causada pela acne e pela psoríase.

3. Oligoelementos

O selênio é muito importante para o bom funcionamento da glutationa peroxidase, que é uma enzima envolvida na proteção de DNA contra o estresse oxidativo associado aos raios UV. O seu uso também está associado à redução do risco de câncer de pele e às funções imunológicas.

O zinco é um cofator para muitas enzimas da pele e desempenha um papel fundamental na cicatrização, em reações imunológicas e age também como antioxidante, que combate os radicais livres.

O manganês estimula a síntese de ácido hialurônico e o cobre é antioxidante e contribui para a pigmentação do cabelo e da pele.

O cromo ajuda a potenciar a função da insulina, que é responsável pela distribuição do açúcar no corpo, quando são ingeridos alimentos. Além disso, age diretamente no metabolismo de gorduras, carboidratos e proteínas.

4. Proteínas e peptídeos

A queratina é um importante componente da pele, cabelo e unhas e é uma proteína que protege contra agressões externas como o frio, produtos de higiene e lesões.

O colágeno é também muito importante para a pele, estando associado à hidratação e aumento dos fibroblastos.

A Coenzima Q10 é um antioxidante presente dentro das células, que ajuda a inibir a ação dos radicais livres, que são moléculas envolvidas no envelhecimento.

5. Probióticos

Os probióticos estimulam o sistema imunológico e são muito importantes para a hidratação da pele.

Quais os cuidados a ter

Os nutricosméticos não devem ser usados por pessoas hipersensíveis a qualquer um dos componentes presentes na fórmula, em grávidas ou mulheres que estejam a amamentar.

Estes suplementos só devem ser usados depois de falar com o médico e as doses e horários devem ser respeitados. É importante que a pessoa saiba que os resultados não são imediatos, sendo necessários alguns meses de tratamento, para se começarem a ver os primeiros efeitos.

Fonte: Tua Saúde - Beleza e cosmética

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Elza