top of page
Buscar
  • contato98129

Dua Lipa, a ruiva

Flamejante (Foto: reprodução Instagram)


Dua Lipa nos aponta qual será a cor de 2024. A Pantone ainda está decidindo, mas as evidências parecem estar nas madeixas da cantora. Os fios vermelhos estão fazendo sucesso.

Nas passarelas, tranças cor de cereja foram vistos na Burberry, Rodarte, Gucci e Missoni, para citar alguns. Em setembro, ainda mais designers aderiram ao novo estilo, desde Versace e Diesel até Miu Miu e Louis Vuitton.

Mas a fascinação pelo cabelo ardente não é novo. E como a gente aqui gosta de uma boa história...


No século XV, durante a inquisição, ter cabelos ruivos era considerado uma marca do diabo, evidência suficiente para ser queimado na fogueira.


Durante seu reinado no século XVI, os cachos ruivos da Rainha Elizabeth I foram uma escolha deliberada, e não um presente natural. Segundo pesquisas historiográficas para livro “Red: A Natural History of the Redhead” (“Vermelho: A História Natural dos Ruivos”, em tradução livre), Elizabeth I usou perucas durante a maior parte de sua vida.


Ter cabelos naturalmente ruivos é privilégio de menos de 2% da população mundial. Os que não deram essa sorte fazem como a cantora: se jogam!​


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page