top of page
Buscar
  • contato98129

Beleza Sustentável: o exemplo de NIVEA

Um clássico que não cansa de se renovar



É parte da história de beleza de cada um de nós o reconhecimento do autocuidado. Quem viu mães, avós, tias em um raro momento de olhar para si não esquece. A hora de passar um batom, aplicar um hidratante na pele, passar perfume... Essas imagens fazem parte da memória familiar. Aqui em HB, o creme Nivea, o da latinha azul, é uma unanimidade. Todo mundo guarda com carinho a lembrança da embalagem destacada entre porta-joias nas penteadeiras, o aroma tão singular e delicado pelo ar.

Creme Nivea é um clássico. O que não quer dizer que não evolua com o tempo. Se a necessidade de cuidar do planeta é uma das emergências de nosso tempo, a maior delas, as empresas precisam ser cada vez mais responsabilizadas por suas atuações e observadas pelo mercado, por investidores e por consumidores que buscam formas éticas e limpas de consumo. Para a Beiersdorf, holding alemã dona das marcas Nivea e Eucerin, assegurar a existência sustentável é fazer a diferença em toda a cadeia de negócios. Com 140 anos de experiência nos cuidados com a pele (por isso faz parte da nossa história...), a companhia assumiu, em 2020, uma nova Agenda de Sustentabilidade, na qual firma compromissos para encontrar soluções para os principais desafios sociais, ambientais e de governança.

Com base na Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), a Beiersdorf elegeu 12 objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) para guiar seus compromissos nos pilares Meio Ambiente, Sociedade e Consumidor. “Nossa Agenda de Sustentabilidade conta com um planejamento ambicioso de ações previstas até 2030, levando nossa missão de cuidado e legado adiante. O propósito Cuidado Além da Pele reforçou ainda mais nossa relação com o meio ambiente e consumidores”, afirma Christian Goetz, presidente da Nivea no Brasil. “Estamos empolgados em iniciar essa jornada de impacto socioambiental. Sabemos que é uma agenda coletiva, a longo prazo e com muitos desafios. Temos times internos envolvidos para garantir não só o cumprimento de nossas metas, mas, também, a revisão constante delas sempre que enxergarmos oportunidades de melhorias”, diz Francine Motter, gerente de Sustentabilidade da BDF Nivea.

Como fazer isso? A empresa está transformando as próprias operações em toda e toda a cadeia de valor para reduzir as emissões sempre que possível, afinal, ninguém anda sozinho! Com os primeiros produtos com 100% dos impactos climáticos neutralizados, iniciou uma nova abordagem para a sustentabilidade e ação climática no nível de produtos. A redução da pegada de CO2 de seus produtos tem um papel fundamental para a transformação da empresa: até agora, as emissões absolutas de CO2 foram reduzidas em 12,7% entre 2018 e o final de 2021. Até 2025, este número deve chegar a 30% em termos absolutos.

A marca apoia projetos climáticos certificados, que levam à absorção de CO2 de formas naturais, por exemplo, por meio de florestamento. As árvores absorvem CO2 da atmosfera na fotossíntese, e o carbono é armazenado em sua biomassa, por exemplo, nos troncos, raízes e folhas das árvores. Assim, com o florestamento, a Beiersdorf pode equilibrar as emissões remanescentes baseadas em produtos.

Para melhorar o futuro, a empresa planeja cada passo no presente. Até 2025 pretende semear transformação, começando por si mesma:

-reduzir em 50% o uso de plástico novo;

-reduzir em 30% a emissão de gases do efeito estufa em toda a cadeia;

-neutralizar as emissões de carbono até 2030, por meio da compensação ou compra de créditos;

-reduzir em 25% o consumo de água na produção;

-ter 100% das embalagens refil, reutilizáveis ou recicláveis;

-todos os ingredientes renováveis de fontes sustentáveis e desmatamento zero.

As fábricas da Beiersdorf em todo mundo têm compromissos específicos para reduzir o impacto ambiental, inclusive a planta brasileira localizada em Itatiba (SP). Até 2025, a unidade terá a implementação de planos para redução de consumo de água, assim como a geração de resíduos. Atualmente, 100% dos rejeitos são reutilizados, reciclados ou recuperados energeticamente. “Nossa meta é também reduzir o uso de água na produção dos produtos. Tudo isso nos próximos cinco anos”, enfatiza Francine Motter.

Para incentivar o engajamento das equipes, a fábrica possui a Retorna Machine, uma máquina de descarte de embalagens Nivea para resíduos de cosméticos pós consumo, incluindo o aerossol (considerado um item perigoso), associada a um programa de bônus. Assim, os colaboradores ganham uma pontuação a cada embalagem descartada e trocam por descontos em diferentes serviços.

A fábrica ainda possui um atentado de seriedade quando o assunto é sustentabilidade: a certificação LEED Gold, sistema internacionalmente reconhecido para classificar edifícios sustentáveis, que prevê o uso racional e consciente de recursos naturais, redução do consumo de água e energia, mitigação dos efeitos das mudanças climáticas, uso de materiais e tecnologias de baixo impacto ambiental. Há projetos em andamento para a viabilização da troca da caldeira para uma opção de fonte renovável a fim de zerar as emissões de carbono. Ainda neste ano, o compressor de ar será modernizado para otimizar o consumo de energia.

Um dos compromissos da Agenda de Sustentabilidade é com os consumidores das marcas em todo o mundo. “É muito bom saber que os nossos produtos tocam a vida de tantas pessoas e sabemos da responsabilidade que isso nos traz”, avalia Christian Goetz.

O grupo preza pela transparência e segurança dos consumidores, cada vez mais conscientes e interessados em todas as etapas do processo de fabricação e formulações de produtos. Para contribuir com o uso sustentável da terra e com o cuidado às pessoas, a empresa prioriza a utilização de matérias-primas livres de desmatamento e o uso de ingredientes renováveis, originados de fontes sustentáveis e responsáveis. Francine Motter completa: “os microplásticos foram excluídos das fórmulas dos produtos Nivea em 2021 e serão eliminados do portfólio de Eucerin em 2023, evitando, assim, a poluição dos oceanos”. Boa notícia, não é mesmo?

Assim, quando você abrir uma latinha azul terá não apenas a pele bem cuidada, mas também a consciência limpa, a certeza de que usa um produto que investe hoje na sobrevivência do planeta amanhã. ​



3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page