Buscar
  • contato98129

Beleza Sustentável: o exemplo de Haskell Cosméticos


Uma linha que respeita os cabelos e o planeta

O desejo de ter uma sociedade mais sustentável é um sonho que se sonha junto. É visível o aumento de consciência do brasileiro em relação à sustentabilidade, aos direitos humanos e sociais. Preocupados com o mundo que vamos deixar para as futuras gerações, os consumidores mudam hábitos e exigem das empresas um compromisso com a vida.

Mais da metade (60%) dos brasileiros se define como comprometido com a sustentabilidade. A maioria dos consumidores do país aprova o preço dos produtos sustentáveis e quer consumi-los. Brasileiros estão dispostos a pagar mais pelo quesito sustentabilidade em itens de alimentação (80%), roupas (58%) e produtos de beleza e bem-estar (51%).

De acordo com o estudo realizado pelo Institute for Business Value, nove em cada dez empresas afirmaram que vão trabalhar em iniciativas de sustentabilidade até o final de 2021. Por isso a gente adora exaltar companhias que saem na frente, engajadas na luta por um mundo melhor.

A gigante mineira Haskell Cosméticos, além de produzir produtos que nossos cabelos amam, o faz com sustentabilidade. A empresa traz em sua tradição a vegetalização, que valoriza a riqueza imensa de extratos e derivados de plantas. Um exemplo é a linha Mandioca, perfeição que ilustra esta reportagem. “ Surgimos há 21 anos e, de lá pra cá, a indústria cosmética evoluiu muito, assim como os desejos e necessidades da sociedade e dos nossos consumidores. Por isso, esse momento de transição da marca para um patamar ainda mais elevado no sentido de sustentabilidade, pluralidade e transparência”, revela Mayara Araújo, gerente de marketing de Haskell.

Então, se já tem a preocupação ambiental no DNA, prepare-se para uma boa nova: a marca retira de suas fórmulas 100% dos conservantes, como os parabenos, que fazem mal à saúde do corpo e do meio ambiente. É um passo largo, corajoso que inclui também reduzir 85% do uso de corantes.

Mas os avanços não param por aí! Outra novidade é a conquista da certificação PETA - People for the Ethical Treatment of Animals - uma organização não governamental norte-americana que é referência no meio, a queridinha de muitas celebridades amantes da causa animal. A PETA atesta que a Haskell é uma empresa livre de crueldade animal, em toda sua cadeia produtiva. Não é demais?

A Haskell se mostra não só preocupada com o hoje. Investindo no amanhã leva a sério a questão da reciclagem. Uma parceria com a EuReciclo, empresa que certifica a logística reversa de embalagens pós-consumo, assegura a compensação de plástico. Isso ainda gera incentivos para elevar as taxas de reciclagem no país. Com sede em Minas Gerais, sustentabilidade por lá é palavra de ordem. “ Nós atuamos na indústria com um comitê de sustentabilidade, e esse comitê é formado por pessoas de diversos setores da empresa, justamente para podermos disseminar a cultura, os temas e as ações por todos, alinhando os objetivos e tornando esse valor muito forte da porta pra dentro. Esses são os primeiros passos de uma jornada que acaba de se iniciar. Estaremos em busca constante pela evolução, nos nossos produtos, nossos processos e nossas ações. Vem muita coisa boa por aí!”, conta Mayara.

Empresas que não visam só o lucro, mas criam também um legado conquistam não só os nossos cabelos, mas nossos corações também! “ É incrível poder trabalhar e crescer junto a uma marca que reforça cada vez mais seus valores e realmente os tira do papel e coloca em prática. Viver o propósito é o que faz a diferença. Se não vivermos, vira apenas discurso. Por isso, a sustentabilidade faz parte da cultura da Haskell, e é incentivada em diversas vertentes internamente, para, só depois, virar algo externo”, exemplifica ela.

É mesmo um exemplo a ser seguido!

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo