top of page
Buscar
  • contato98129

Beleza Sustentável: o exemplo de Bee Balm

O poder e a sabedoria da natureza em frascos



A humanidade, imensa em sua inteligência, capacidade de adaptação, diversidade e possibilidades, não pode sobreviver sem a miudeza das abelhas. É a polinização feita por esses insetos que assegura nossa alimentação na mesa, ingredientes para a indústria, a renovação das florestas. O gigantismo da maior biodiversidade do planeta é, em parte, obra delas.

Por devoção às abelhas nasceu Bee Balm. “ Nada substitui a cera de abelhas na formulação dos cosméticos. Ela é um superbactericida. Até Cleópatra usava. O mel faz parte da história da humanidade”, conta Rosângela Zanchetta, criadora da marca.

Rosângela Zanchetta é bióloga de formação. Nascida em Assis, interior de São Paulo, migrou para Santa Catarina para fazer faculdade. Atraída pela cura, tai chi chuan, yoga, alimentação natural sempre fizeram parte do viver para ela. Com 18 anos já estudava medicina chinesa.


Com 21 anos, atendendo a um chamado que se anunciou num alvoroço, passou a atender no primeiro spa de São Paulo. Abandonou a biologia, mas não o estudo da vida que pulsa em cada um. Trabalhou com terapias, quiropraxia, osteopatia. Por conta própria já fazia e usava óleos essenciais, exercitando o poder para a alquimia que cedo fez morada dentro dela.



Com 42 anos ganhou um kit de óleos e um livro de uma aromaterapeuta americana. Viu naquela obra ecos do que ela fazia por conta própria e do que ela acreditava ser remédio para as feridas do mundo. Começou a produzir em casa cosméticos naturais. E buscou em sua essência a admiração pelas abelhas para batizar o empreendimento. “Bálsamo, para mim, tem várias finalidades: hidratação e proteção da pele, a cicatrização de machucados. Pensei que queria que minha empresa tivesse esse poder no nome. Bee Balm significa Bálsamo de abelha. Como sou ativista ambiental desde a adolescência sei que as abelhas estão em perigo de extinção. Então, eu quis vincular a minha marca à proteção das abelhas”, resume ela.


Rosângela : conhecimento e alegria ao trabalhar em contato com a natureza ( Foto: divulgação)

Rosângela coloca mesmo a mão na terra para dar vida a cada ingrediente. Plantando sementes do respeito à natureza, semeia plantas aromáticas como gerânio, alecrim, palma-rosa, capim-limão, lavanda e melaleuca no Epicentro Dalva, sítio de agricultura sintrópica. Fragmentos da Mata Atlântica se recuperam, crescendo livres, dão sombra para as espécies que integram os preciosos cosméticos de Bee Balm.

O Bálsamo Hidratante Multifuncional de Gerânio, com um perfume único, regenera a pele e aquece o coração. O de Lavanda, acalma a pele e conforta a alma. Já o de Mel e Cumaru, regenera e suaviza o maior órgão do corpo humano. Em cada latinha, além dos benefícios dos óleos essenciais, da cera de abelha e de muito afeto, há ainda a aromaterapia agregada. “Quando desenvolvi a linha não pensei em cosméticos. Pensei na cura, em promover cicatrização, terapia, conexão com nossa pele, nosso invólucro maior, nosso primeiro contato com o mundo. O foco é o bem-estar. A beleza vem como consequência. ”

A marca produz também com sustentabilidade bálsamos labiais de Urucum, Castanha do Brasil e Própolis verde, todos naturais, hidratantes e macios, que protegem e recuperam a pele fininha que recobre a boca. Os Hidrolatos de Alecrim do Campo Agroflorestal e Gerânio, produtos 100% naturais, são excelentes para serem usados diretamente na pele, no cabelo, em animais, crianças, lactantes e gestantes. São obtidos através da destilação por arraste de vapor dos óleos essenciais. ”Quando você destila uma planta, o resultado é o óleo essencial e a água. A água liberada pela planta é o hidrolato. Levamos um dia inteiro de trabalho para processar 25 kg de gerânio e produzir 50 ml do hidrolato”, explica Rosângela.

Matéria-prima que respeita nossa pele e o meio ambiente (Foto: divulgação)

Por quatro anos todos os produtos foram feitos artesanalmente. A partir de 2016, a fórmula criada por ela é processada em uma empresa ecocertificada de Curitiba. Mas o respeito à vida, o amor à terra e ao que ela nos dá, permanecem, até porque, Rosângela não sabe trabalhar nem viver de outro jeito. Todos os ingredientes asseguram a saúde de nossa pele e do planeta. Não há testes em animais e as embalagens podem ser recicladas.


“A gente tem que se reintegrar à natureza. Somos parte da natureza. A gente só vai se recuperar se cada um criar pequenos paraísos repletos de natureza. É preciso cuidar das praças, dos quintais, dos jardins. Fazer na cidade canteiros com agricultura. Plantar comida na sombra da floresta. Onde tem natureza tem um oásis de vida”, conta a empresária.


Beleza consequência do bem-estar (Foto: divulgação)


Ela mesma exercita o semear em cada canto de seu caminho. Em hortas urbanas, pequenos vasos, grandes plantações no Sistema Agroflorestal e em cada frasco de cosméticos terapêuticos, perfumados e nutritivos dessa marca jovem e tão rica de possibilidades. Alinhavando a natureza com nossos corpos. Assim floresce Bee Balm.​





144 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page