top of page
Buscar
  • contato98129

A Beleza das Histórias: Onde Pastam os Minotauros

Necessário


Descobrir novos autores é um dos maiores prazeres desta nossa coluna. Quando eles são brasileiros e muito talentosos então... melhor ainda!


É o caso de Joca Reiners Terron, que conhecemos através deste “ Onde Pastam os Minotauros” . Não que ele seja um estreante no mundo das letras. Nascido em Cuiabá, em 1968, publicou, entre outros, “Do Fundo Do Poço Se Vê A Lua” (Prêmio Machado de Assis da Fundação Biblioteca Nacional, 2010), “ Noite Dentro Da Noite” (2017), “ A Morte E O Meteoro” (2019) e “O Riso Dos Ratos” (2021).

Esta obra inquietante dá sequência aos romances anteriores de Joca, nos quais a diagnose selvagem da realidade social se expressa por meio de uma fabulação perturbadora. Ali nas páginas, mitologia, poesia e tragédias recentes do país surgem numa trama cheia de suspense, narrada quase que jornalisticamente, minuto a minuto no transcorrer de um dia, mas também pontuada por visões do passado recente e longínquo, como fragmentos de sonho compondo um único e grande pesadelo.

Ambientado em um Mato Grosso a um só tempo imaginário e perturbadoramente próximo da realidade, no qual a poeira “tem a mesma cor do sangue coagulado”, esse livro nos captura para uma outra realidade misteriosa e distópica, mas também tão conectada às agruras do nosso cotidiano. Nos leva a conhecer Crente, Cão e Lucy na rotina sangrenta de um abatedouro de bois cercado por plantação de soja, tão comum naquele cenário que suprimiu a floresta para instalar monocultura.


A crueldade instaurada no abate dos animais reforça os argumentos dos veganos e revira o estômago e a indiferença dos leitores que comem carne.


Os protagonistas destilam ódio e insatisfação ao se depararem com a abundância de carne dentro do matadouro, e a completa miséria e fome do lado de fora. O excesso de uns é a ausência para outros. E, assim, tecendo a realidade com pitadas de mitologia, a brutalidade com literatura, o autor eterniza o nosso eterno drama da desigualdade social e da exploração insustentável da natureza e da humanidade.


Vale a leitura. E a reflexão. Vale muito a descoberta.


TÍTULO: Onde Pastam os Minotauros

AUTOR: Joca Reiners Terron

EDITORA: Todavia​


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page