The Body Shop apoia coletivo feminista Não é Não no Carnaval

bodyshop

Se ainda hoje estamos numa sociedade machista não custa repetir: quando uma mulher diz não, é não. No carnaval, para evitar assédios, o slogan ganhou força nas ruas. Criado em janeiro de 2017 pelas amigas Aisha Jacob, Barbara Menchise, Julia Parucker, Luka Campos e Nandi Barbosa, o movimento teve início após mais um abuso sofrido por uma delas durante o pré-carnaval, no Rio de Janeiro. Naquele ano foram mobilizadas 40 mulheres que se uniram na arrecadação de R$2.784,00 em apenas 48 horas, para a confecção de quatro mil tatuagens, distribuídas gratuitamente às mulheres, pelas ruas da cidade do Rio de Janeiro. Em 2018, o movimento extrapolou os limites do Rio de Janeiro e chegou a mais quatro Estados: Minas Gerais, São Paulo, Pernambuco e Bahia.

Este Carnaval, a The Body Shop, marca inglesa ativista de cosméticos naturais, se une ao coletivo feminista brasileiro NÃO é NÃO!, para ajudar a viabilizar a campanha no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Goias, Paraná, Bahia, Pernambuco e Pará. O objetivo é conscientizar as pessoas sobre o assédio sofrido por mulheres, especialmente nos dias de folia. Será feita a distribuição gratuita de tatuagens temporárias com os dizeres NÃO é NÃO! nos blocos e demais eventos de rua. É uma forma de estampar na pele que é preciso respeitar os limites e desejos de todas as mulheres.

“É importante levar o debate para outras regiões, a fim de formar uma rede de apoio de mulheres que estão lutando para ocupar diferentes espaços e viver de forma livre e segura em todos eles. Esperamos distribuir mais de 100.00 tatuagens pelo Brasil durante o Carnaval de 2019”, diz Aisha Jacob, uma das co-fundadoras.

A The Body Shop apoia essa causa para que o projeto alcance o maior número possível de mulheres em todo o país. “Somos uma marca, cuja fundadora é uma mulher feminista, que sempre lutou por um mundo mais justo e mais bonito. Enxergamos no Não é Não! uma possibilidade de promover uma reflexão tão relevante, que tem total relação com nossos valores”, comenta Karina Meyer, diretora de Marketing da The Body Shop.

É possível ajudar o coletivo, no financiamento da produção e distribuição de tatuagens pelo site:

http://benfeitoria.com/canal/naoenao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *