vintage-makeup

As histórias da Beleza

Não. Não foi a beleza que motivou o surgimento da maquiagem. Foi a guerra!

Na pré-história, os chefes de cada grupo enfeitavam-se com garras e dentes de animais ferozes. Guerreiros e curandeiros adornavam o corpo com pinturas para ganhar força e poder. Maquiar-se já era mágico.

Com a evolução do homem,  na região da Mesopotâmia,  produtos à base de carvão e henna coloriam os rostos. Na Grécia a preocupação com a beleza atravessava os séculos. Cuidar-se era hábito.

No Egito, contornar os olhos virou requinte, ritual de beleza. São de lá os primeiros testemunhos sobre o uso de cosméticos. Os produtos que faziam as egípcias mais belas eram misturas de metais pesados  que davam cor e brilho à face. Ícone por lá (e até hoje!) é Cleópatra.

Em Roma entraram para a história os cuidados com a pele. Máscaras nasciam da união de farinha, miolo de pão e leite. Antes de Cristo, cera e mel de abelhas, flores, óleos já eram usados para melhorar a aparência.

Na Idade Média, temos das trevas, Cuidar de si mesmo era pecado. Vaidade e higiene tornaram-se mal vistas pela Igreja. Mas o tempo passou...

Ganhamos batons, sombras, delineadores, cremes à medida que a humanidade evoluiu. E evoluímos com eles. Tanto que podemos escolher entre usar ou não o que temos ao alcance das mãos e dos olhos.

O objetivo vai além da beleza ou vaidade: é conhecermos a nós mesmos, termos tempo para olhar para nós mesmos e para sermos felizes. Destacar o que todos temos de melhor. E aí, no século XXI, a maquiagem passa a ser ferramenta para a paz que existe em cada um de nós.

DESTAQUES DA SEMANA:

Ela trabalha com o que gosta, tornou-se bem sucedida. E mais que isso, realizou
o maior sonho
. A vocação de ensinar
é renovada a cada novo curso que dá, transformando as vidas de alunos
Brasil afora.

Dizem por aí que beleza vem de dentro para fora. Mas ela pode vir de fora para dentro se usarmos em nós produtos que respeitem a natureza, promovam a sustentabilidade e o comércio justo. Acreditando nisso crescem no Brasil e no mundo marcas de cosméticos que levam em consideração os impactos da produção no meio ambiente.

A festa de lançamento da linha da blogueira Bianca Andrade encheu de bocas rosas um antigo casarão da Avenida Paulista, em São Paulo. Numa noite colorida de neon ela apresentou uma coleção de enlouquecer qualquer um.